Back

Entrevista Com Guy Waters, Proprietário Da Aushang

A equipe do Timbeter vem conversando com diversos líderes de mercado do setor madeireiro, que passaram a usar o Timbeter para medir toras e madeira. Nosso CEO Vallo Visnapuu conversou com Guy Waters da Aushang, sobre como o Timbeter beneficiou sua empresa.

Você é da Aushang. O que a sua empresa faz?

A Aushang exporta madeira serrada de plantação de pinus (madeira verde serrada e seca em forno) da Austrália e da Nova Zelândia. Nossos clientes estão localizados principalmente na China e em Taiwan. Todos os meses exportamos entre 40 a 100 contêineres de madeira com giro anual de 10 milhões de dólares australianos.

Qual é a sua função?

Trabalho em operações e na compra de madeira em formato de toras para exportar para o mercado da China. Trata-se de uma nova expansão e diversificação de nossas operações de exportação. Essencialmente, utilizamos o Timbeter como uma ferramenta vital para administrar nossas operações de exportação de toras.

Há quanto tempo você trabalha no setor madeireiro?

Eu trabalhei no setor madeireiro toda a minha vida. Eu fui criado na maior zona de pinus radiata do Triângulo Verde Australiano. Tenho experiência anterior em trabalhar com:

  • Plantações de árvores
  • Preparação de áreas para plantação
  • Estágio inicial de cultivo de mudas de árvores nos primeiros três anos


Quais são os maiores desafios do setor, neste momento?

Retornos internos em queda para os proprietários de plantações na Austrália, combinado com maiores custos para as serrarias e queda no volume de mercado. As serrarias da China possuem uma demanda constante e queda nos fornecimentos internos.

Como o setor pode resolver esse problema? O que é necessário?

Felizmente, as árvores precisam ser cortadas! Boas práticas de silvicultura devem incluir o refinamento da plantação para melhorar a luz, a umidade e os nutrientes disponíveis. Felizmente tem havido um aumento na exportação de toras e de madeira serrada para a China - isto proporcionou um certo alívio no fluxo de caixa e no emprego para as partes interessadas. Essencialmente há uma necessidade de expandir e entrar em mercados de exportação alternativos na Austrália.

Antes de usar o Timbeter, como vocês mediam as toras em geral?

Antes:

Era preciso imprimir um código de barras (TimberMac) em cada tora. Ao trabalhar em pátios de toras com lama, isto simplesmente não funcionava, especialmente em toras de pequeno diâmetro.


Agora:

O Timbeter é um método eficaz de baixo custo para reduzir as divergências entre o peso das toras e o volume em metros cúbicos da madeira sólida quando as toras de exportação são movimentadas para serem vendidas.

Você já está usando o Timbeter há 3,5 meses. Quais são as suas primeiras impressões sobre o App?

O Timbeter é um excelente App e tem "suporte prático" profissional prestado por profissionais experientes que conhecem o setor e a tecnologia. Eu sempre apoiei novas tecnologias. Eu posso enviar fotos e relatórios de estoque detalhados aos meus clientes.

Foi fácil começar a usar o Timbeter?

Ele é simples e fácil de implantar. Especialmente apresentando jovens ao setor que, de outra forma não teriam tido essa oportunidade.

Você utiliza o Timbeter para fazer o que?
Precisamos registrar a cubagem e as toneladas das peças (toras), para isto é preciso ter a comprovação de recibos de balança rodoviária. Além disso, precisamos ter um registro da imagem visual das toras medidas. Finalmente, os recibos da balança rodoviária precisam ser sincronizados com os dados do Timbeter.

Como o uso do Timbeter afeta a sua empresa?
Ele aumenta a transparência e, consequentemente, reduz o custo de forma eficaz. Quando os custos para os proprietários de serrarias aumentaram, isto nos ajudou a reduzir despesas administrativas e a permanecermos competitivos, o que é necessário neste setor.

A capacidade de poder enviar fotos para meus clientes, para que eles vejam exatamente o que está sendo enviado e verifiquem a madeira no recebimento.

O que eu gosto especialmente é que, com o Timbeter eu sou capaz de trabalhar remotamente - eu posso operar meu pátio de toras do outro lado do país.

Você trabalha com diversos clientes internacionais. Qual a opinião deles ao usar o Timbeter? O Timbeter atende as expectativas deles?

Ainda é cedo com nossos clientes, entretanto, eles nos apoiam para obter as reduções de custo e as eficiências necessárias.

 

Quem mais poderia se beneficiar com o uso do Timbeter? Para quem você recomendaria o dispositivo inteligente em sua cadeia de suprimento?

Não tenho certeza a curto prazo, acreditar é usar, e usar é negociar. Eu não tenho dúvidas de que a longo prazo o aplicativo estará em todo o setor. A área de maior necessidade que eu acredito é a de gerenciamento de toras de pequeno diâmetro.

Quantas medições por dia você armazena no módulo e você as utiliza para que?
Nosso volume máximo de toras de pinus para exportação atualmente está em torno de 1.500 toneladas a 2.500 toneladas por dia. No momento uma pessoa administra isto.

Quais melhorias você gostaria de ver no produto e por que?
O Timbeter é a melhor ferramenta de baixo custo para toras, que exporta dados diariamente e corresponde aos dados dos recibos de balança rodoviária no solo, em pilha, fileira e zona (estoque). O Timbeter já vem sendo testado todos os dias, e resulta em uma ferramenta de medição de toras de madeira comprovada. Adicionalmente, atua como cópia de segurança caso ocorra uma falha ou parada em seu sistema de registro existente. Tudo armazenado com segurança para que você possa recuperar os dados em qualquer momento, em qualquer local. Já comprovamos que isto pode ser feito, e também é uma rede de segurança para quando houver uma falha nos outros sistemas de registro

Qual recomendação você daria às pessoas que ainda não estão usando o Timbeter?
Não fique para trás e se envolva, o App logo se tornará tão essencial quanto um notebook e uma fita métrica em nosso setor. Mesmo se você estiver usando outro sistema, utilize este App como uma rede de segurança ou apenas para verificação, como uma ferramenta de auditoria.

If you like this, feel free to share!