Back

5 razões pelas quais você não deveria pesar madeira

Geralmente nós perguntamos às empresas da indústria madeireira como eles medem suas toras e eles geralmente respondem: “por peso”. Sabemos que essa é uma pergunta pertinente, mas ao considerar as diferenças gritantes na medição por peso, decidimos escrever 5 motivos pelos quais você não deveria medir toras de madeira pelo seu peso.

O método de pesagem é geralmente utilizado para medir madeira de baixo valor e variabilidade. Pelo lado positivo, utilizar o peso é relativamente simples porque a maior parte das pessoas entendem o que é uma “tonelada”. Entretanto, o método mais simples nem sempre é o melhor.

1 - O peso varia com a sazonalidade, tempo e outros fatores
O peso é significativamente impactado por pot muitas variáveis, especialmente tempo. O peso das toras pode variar também de acordo com a estação do ano, isso porque a madeira pode ficar mais úmida e, então, mais pesada. As toras de madeira são tipicamente armazenadas por muitos meses na floresta antes de serem transportadas para o comprador. Geralmente, os vendedores perdem algumas toneladas neste processo e recebem menos pelo material.

2 - Você está pagando pela casca
A maior parte das fórmulas de volume medem o diâmetro por baixo da casca, o que significa que os clientes apenas precisam pagar pela madeira realmente recebida. Muitos países calculam a quantidade de casca por porcentagem (por exemplo, a Finlândia conta casca como 12% do produto). O ponto aqui é, no caso da medição por peso, os clientes também pagam pela casca, mesmo que ela seja descascada nas próximas fases.

3 - Espécies ou variedades erradas no carregamento
Nas medições por peso, tudo pode ser medido: tipos, produtos e espécies. Algumas vezes, pode ocorrer de algumas espécies ou tipos estarem erroneamente incluídos em carregamentos. Este tipo de erro pode ser difícil, ou até mesmo impossível de detectar ao longo do processo. Por exemplo, algumas espécies não são adequadas para fazer pellets e, como parte do fato, pouca resina existente tem um efeito na estrutura desses pellets - simplesmente os fazendo se despedaçarem.

4 - Desafios administrativos
Como o peso da madeira varia de acordo com o tempo e outros fatores sazonais, isso pode causar problemas significativos na administração de diferentes resultados com o passar do tempo. Isso se torna um pesadelo na hora de fazer inventários, já que dificilmente as pilhas serão medidas novamente, então o controle deve ser feito simplesmente pela suposição do que o volume pode ser e então, tornar a margem de erro muito alta.

5 - Falta de dados biométricos
Balanças podem pesar de tudo. Ainda sim, algumas toras são tão grandes que elas simplesmente não cabem no maquinário de processamento. Tipicamente, esse problema acontece em etapas diferentes e então uma certa tora deve ser processada diferentemente ou então até mesmo removida da produção.

Para resumir, devemos sempre lembrar que madeira é um material de grande valor que precisa ser manuseado de forma especial, devido às suas características únicas. Pesagem é uma opção adequada apenas quando os materiais possuem uma baixa variabilidade, o que não é verdade no caso da medição de toras de madeira.

Quais são as suas ideias em relação a estes comentários? Adoraríamos saber mais sobre a sua opinião!


If you like this, feel free to share!